Quais os impactos do Coronavírus na construção civil?

Quais os impactos do Coronavírus na construção civil?

Atualizado em 7 maio, 2020
por Marcel Ribeiro

Ouça a versão em áudio deste artigo

Desde que a COVID-19 teve seus primeiros casos no Brasil, em março de 2020, muitos  segmentos do mercado sofreram com os impactos do coronavírus na economia, necessários em função da vida. Entenda como o setor da Construção Civil foi afetado e como contornar essa crise!

Após cerca de 5 anos em queda, em 2019, a construção civil começou a se recuperar e a mostrar resultados positivos. O segmento estava animado para 2020 e o crescimento do PIB da construção para este ano era previsto para 3%. No entanto, ninguém esperava que haveria uma crise de saúde mundial causada pelos impactos do coronavírus.

De acordo com o Boletim Focus, divulgado pelo Banco Central, o PIB nacional deve retrair em 3,34%. Apesar de muitas ações feitas pelos governantes para minimizar o impacto no setor da construção, essa retração é realidade.

Continue a leitura deste post e entenda mais sobre os reflexos do Coronavírus na construção civil!

Melhore a gestão de obras com o Mais Controle

Quais determinações do governo sobre a construção civil?

Em fevereiro, entrou em vigor a Lei 13.970/20, que define medidas que podem ser adotadas em caráter emergencial para combater o Coronavírus. Uma das disposições é sobre o isolamento social, para retardar a transmissão do vírus. Dessa forma, evita-se a sobrecarga do sistema de saúde, evitando um colapso.

No entanto, o isolamento social modificou totalmente a rotina de trabalho e muitos segmentos pararam de funcionar. Os estados mantiveram somente os serviços considerados essenciais, dentre eles o segmento da construção civil. Alguns governadores mantiveram toda operação do setor e outros somente o cronograma de execução de obras públicas.

Reforço do combate à COVID-19

Sendo responsável pelo levantamento de obras públicas, como hospitais, a construção civil precisou reforçar a segurança dos profissionais da área. Além do uso obrigatório de EPIs, inclusive de máscaras, que já era previsto nas normas de segurança do trabalho, foram adotadas as seguintes medidas:

  • home office para os profissionais que atuam em funções administrativas;
  • produção em turnos para evitar a aglomeração;
  • assepsia diária dos equipamentos e vestimentas;
  • disponibilização de álcool em gel 70% e orientação de uso a cada duas horas;
  • afastamento imediato dos profissionais que fazem parte do grupo de risco;
  • restrição da entrada e circulação de pessoas no canteiro de obras — respeitando a distância de segurança;
  • orientação sobre profilaxia e sintomas do Coronavírus por meio de comunicação escrita e diálogo com os trabalhadores e seus familiares.

Há previsão de algum auxílio estatal para as empresas?

Criaram-se meios para trazer um pouco de estabilidade para grandes e pequenos empreendedores, ou seja, opções de crédito com vantagens. Acompanhe!

Crédito para micro e pequenas empresas

A Caixa e o Sebrae, em parceria, anunciaram uma linha de crédito para MEIs e pequenos empreendedores. A iniciativa deve injetar 7,5 bilhões de reais na economia. O benefício é que os empreendedores poderão contar com taxas de juros 40% menores que as praticadas hoje pelo banco.

Campanha Vem Morar

A Câmara Brasileira da Indústria da Construção (CBIC) e a Associação Brasileira de Incorporadoras Imobiliárias (ABRAINC) criaram o programa Vem Morar. Com o apoio da Caixa Econômica Federal, a proposta é oferecer descontos a partir de 3 mil reais e carência de 6 meses no financiamento.

Conheça o Mais Controle

Como tornar produtivo o tempo de isolamento social?

Enquanto a rotina não volta ao normal, não podemos deixar o momento improdutivo. Afinal, toda empresa de sucesso já passou por situações de crises. Mas elas não desistiram, e sim aproveitaram o cenário, até então negativo, como uma oportunidade de se reinventarem.

Um exemplo nacional é a locadora de veículos Localiza. Nos anos 80, época considerada a década perdida no Brasil, a empresa investiu na expansão por meio de franquias, como uma forma de superar a crise. Hoje, ela é uma das organizações que mais cresce no país. No cenário internacional, a Netflix já enfrentou duas crises financeiras. Mas soube identificar a mudança de comportamento do consumidor na era digital e inovou nos seus produtos.

Conclusão

Vimos neste conteúdo que, apesar da crise instalada na economia, é importante sabermos aproveitar o isolamento social causado pelo Coronavírus para estudar mais sobre o mercado e conhecer tendências da construção civil

Utilizar o tempo para organizar as finanças e a gestão das informações da empresa será um diferencial quando a crise passar. Dessa forma, você prepara o seu negócio para retomar o crescimento com serviços e propostas inovadoras.

O conteúdo foi útil? Então, já que você está por aqui, que tal descobrir como melhorar o gerenciamento das informações na sua empresa?

Marcel Ribeiro
Escrito por
Marcel Ribeiro
Engenheiro e cofundador do software Mais Controle.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja algumas postagens relacionadas

Saiba como o Mais Controle pode ajudar nas melhores decisões!