Escolha uma Página

O desperdício de água é um dos principais problemas ambientais da atualidade. Acontece em diferentes situações e locais, inclusive na Construção Civil, onde a necessidade de água é muito grande.

Para evitar esse grave problema, é necessário aplicar práticas sustentáveis, principalmente da produção enxuta, cuja finalidade é exatamente evitar e reduzir desperdícios de qualquer tipo.

Além de aumentar os custos da obra, os desperdícios geram impactos ambientais que podem ser de difícil solução, como erosão e contaminação do solo.

O reaproveitamento de água no canteiro de obras oferece muitos benefícios. Abaixo, listamos algumas dessas vantagens!

Quais os benefícios do reaproveitamento de água no canteiro de obras?

Entre os principais benefícios do reaproveitamento de água no canteiro de obras, podemos destacamos cinco para que você conheça melhor. Confira!

1. Sustentabilidade

A sustentabilidade é um dos temas mais falados atualmente. Trata-se do uso mais racional e consciente dos recursos naturais, que contribui para a melhoria da qualidade de vida em geral.

Captar água da chuva é um exemplo de prática sustentável. A reutilização da água nas obras civis também pode ser considerada. Evita-se assim o aumento nos gastos do orçamento da obra, além de reduzir um impacto maior no meio ambiente. Considerando-se uma utilização exagerada de recursos hídricos.

Em algumas atividades, mesmo com impurezas, a água pode ser reaproveitada. Como por exemplo na lavagem dos pátios, na limpeza das áreas internas da obra e na descarga dos banheiros.

Estudos mostram que o uso racional da água pode diminuir entre 30% a 40% os gastos desse bem natural em obras.

Uma empresa sustentável oferece um potencial competitivo maior para enfrentar a concorrência, bem como as variações e incertezas da economia.

2. Maior segurança e produtividade nos tempos de racionamento

Adotar práticas que evitem o desperdício de água é uma maneira de assegurar que não falte água em períodos de racionamento ou de rodízios de água.

Um sistema de captação de águas pluviais, por exemplo, contribui para o abastecimento da obra sem a dependência completa da rede pública.

Em lugares onde o fornecimento já é precário, essa é uma medida salutar para o desenvolvimento das atividades. Afinal, contribui para melhorar a produtividade no canteiro, conferindo mais autonomia aos trabalhadores.

3. Economia na conta de água

O reaproveitamento de água no canteiro de obras é uma forma eficaz de gerar economia nas contas de água. Os custos finais da conta podem ser diminuídos pela metade, ou seja, um percentual de 50%.

Para instalar um sistema de captação de água da chuva, os gastos não são exorbitantes e o retorno do investimento acontece em prazos geralmente curtos.

Ao contrário, com o desperdício incontrolado da água durante a execução da obra, os valores nas contas de água ficarão altos. Posteriormente encarecendo o orçamento e afetando tanto a empresa, quanto o cliente.

Para constatar a economia, basta calcular os gastos das torneira e comparar com os gastos de um sistema de reaproveitamento de água.

4. Prevenção contra enchentes

Quando há um sistema de captação de água de chuva, significativos volumes de água não escoaria mais pelas ruas. Da mesma forma, poupariam os sistemas de drenagem e os córregos da cidade, minimizando os riscos das inundações.

Isso é comum em zonas mais povoadas e onde a água encontra mais dificuldades de escoamento. Caso o desperdício de água fosse uma medida regular nas obras de Construção Civil, os riscos de enchente seriam menores. 

5. Mais satisfação do cliente e ganhos em potencial competitivo

Já falamos que o controle no uso da água ajuda a reduzir os gastos no orçamento, além de favorecer muito o cliente. As obras civis estão entre as que envolvem os maiores custos. Logo, quando o cliente se surpreende com um gasto inferior ao que ele esperava, essa certamente é uma forma de deixá-lo ainda mais satisfeito.

O cliente satisfeito acaba procurando novamente a empresa para a execução de outros projetos, bem como divulga a marca entre seus amigos e familiares.

A sustentabilidade ajuda a criar uma imagem positiva da marca no mercado, entre consumidores, concorrentes e outras empresas. Mesmo quando atuam em outros segmentos.

É um diferencial competitivo relevante, pois não são todas as empresas que praticam o reaproveitamento de água no canteiro de obras — ainda que adotem outras práticas sustentáveis.

Quais as melhores estratégias para reaproveitar água na construção civil?

Depois de mostrarmos os benefícios que o reaproveitamento de água no canteiro de obras proporciona, mostraremos algumas estratégias para colocar em prática essa medida.

1. Instale um sistema de captação da água da chuva

A captação da água da chuva é um ponto a ser considerado. Instalando calhas e reservatórios, é possível desenvolver um sistema que aproveite o maior volume possível de água pluvial.

É importante ficar atento aos pontos de coleta, aproveitando de forma eficiente o layout do canteiro, instalando mecanismos que captem e armazenem a água da chuva, garantindo sua preservação para utilização posterior.

2. Elabore sistemas de distribuição do recurso

Deve-se avaliar quais tarefas poderão utilizar a água pluvial e desenvolver um sistema que distribua o recurso com eficiência. Uma medida muito adotada é usar a água da chuva em alojamentos, como nas caixas de descarga dos sanitários.

Além de ser aplicada em sanitários e mictórios, a água também pode ser empregada na limpeza dos equipamentos, dos materiais, dos veículos e de zonas específicas no canteiro de obras. Essa água também pode ser direcionada para o reservatório de incêndio.

3. Utilize a água reaproveitada na cura do concreto

A cura do concreto é uma das operações que mais exigem água nas obras civis. Usar a água pluvial é uma das opções mais satisfatórias para cumprir a finalidade da cura do concreto, que é manter o cimento hidratado.

4. Use temporizadores e redutores

Os temporizadores e redutores são dispositivos que diminuem a pressão da água que é liberada das torneiras e dos chuveiros, reduzindo assim o consumo. Essa estratégia ainda não é largamente aplicada na construção civil.

5. Instale um sistema de calhas

Outro sistema que pode ser instalado para realizar o reaproveitamento de água no canteiro de obras é o sistema de calhas. Muitas construtoras utilizam esse recurso para impedir o desperdício da água durante as etapas de execução do projeto.

As calhas coletam a água em todos os andares e pavimentos por meio de um circuito fechado de boias. A água coletada fica armazenada e pode ser empregada em diferentes situações, como lavar áreas para remover a sujeira acumulada em um determinado período.

Conclusão

O reaproveitamento de água no canteiro de obras revela-se, portanto, uma medida fundamental para empresas que desejam reduzir gastos, enxugar o orçamento e adotar práticas de sustentabilidade que reduzam o impacto no meio ambiente.

A captação da água da chuva é um ponto a ser considerado, pois evita a dependência completa da rede pública. Da mesma forma, poupariam os sistemas de drenagem e os córregos da cidade, minimizando os riscos das enchentes.

Ao mesmo tempo a sustentabilidade ajuda a criar uma imagem positiva da marca no mercado entre consumidores e outras empresas.

O que achou das dicas? Deseja conhecer melhor a empresa Mais Controle e seu software de gestão de canteiro de obras? Aproveite para seguir a Mais Controle nas redes sociais!