Entenda os impactos da realidade virtual na construção civil

Entenda os impactos da realidade virtual na construção civil

Atualizado em 13 agosto, 2019
por Marcel Ribeiro

A realidade virtual proporciona aos usuários sensações reais por meio de efeitos visuais, sonoros e até táteis. Desde já, estes recursos são criados a partir de um sistema computacional. Contudo, essa tecnologia não funciona somente para filmes e outros tipos de entretenimento, mas também na construção civil.

Apesar de parecer que esse mecanismo ainda está distante da realidade brasileira, sua aplicação na construção civil é uma tendência. Afinal, a realidade virtual pode ajudar a prevenir erros e reduzir custos dos projetos, por exemplo. No entanto, como toda novidade, é natural que seu uso aplicado provoque algumas dúvidas.

Pensando nisso, trouxemos informações sobre como essa tecnologia afeta o canteiro de obras. Continue a leitura e descubra!

Design de projeto

A realidade virtual na construção civil permite que o projeto de arquitetura e engenharia ganhe riquezas de detalhes. Afinal, são utilizados recursos visuais e de iluminação fisicamente perfeita. Em síntese, pode ser possível caminhar pelo projeto e selecionar quais áreas serão exibidas, ao contrário de projeções estáticas.

Quando o usuário movimenta a cabeça para os lados, para baixo e para cima, a câmera também acompanha esses movimentos. Dessa forma, traz a sensação de que ele está dentro da obra.

Assim, a realidade virtual facilita a comunicação entre os responsáveis pelo projeto, aumenta a qualidade e otimiza o tempo. Definitivamente, é mais fácil encontrar as incompatibilidades, aprovar alterações e analisar erros de interpretação. Frequentemente, até mesmo visualizar problemas que antes poderiam nem ter sido considerados.

Tours virtuais

Recentemente, se tornou muito comum que stands de compra e vendas de imóveis contem com tours virtuais. Simultaneamente, permitem uma experiência de imersão com os óculos de realidade virtual. Dessa forma, o cliente caminha por todo o imóvel como se ele já estivesse dentro dele.

Em síntese, isso otimiza o tempo das imobiliárias, que podem ter diversos imóveis a venda em um só lugar. Da mesma forma, economiza o tempo do cliente que tem facilidade em se ambientar no imóvel. Dessa forma, ambos não vão precisar sair do escritório para executar os processos de compra e venda.

Decoração

Quando um ambiente não está pronto, nem sempre é fácil visualizar a decoração do imóvel. Logo, para otimizar a experiência do cliente, a realidade virtual permite que as pessoas acessem o ambiente decorado e façam alterações antes mesmo dele estar pronto.

As alterações possíveis por essa tecnologia vão desde as cores até a disposição de móveis e eletrodomésticos, por exemplo. Assim também, trata-se de uma vantagem para o usuário que pode avaliar os detalhes antes mesmo da compra do imóvel. Bem como observar se os móveis de uma determinada empresa ficarão bem no ambiente, diminuindo suas chances de frustração.

Conclusão

A realidade virtual na construção civil vem crescendo, especialmente na compra e venda de imóveis. Definitivamente, este recurso facilita a comunicação entre o vendedor e o comprador.

Além de otimizar as experiências dos clientes, a tecnologia ajuda a evitar erros e a melhorar a gestão de obras. Uma vez que é mais fácil encontrar as incompatibilidades, analisar os erros de interpretação e aprovar as alterações.

Se você gostou do nosso post, aproveite para conferir também o post com dicas sobre software para gestão de obras e se aprofunde no assunto!

Marcel Ribeiro
Escrito por
Marcel Ribeiro
Engenheiro e cofundador do software Mais Controle.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja algumas postagens relacionadas

Saiba como o Mais Controle pode ajudar nas melhores decisões!