Qual a importância da previsibilidade financeira em obras?

Qual a importância da previsibilidade financeira em obras?

Atualizado em 17 julho, 2019
por Marcel Ribeiro

No setor da construção, um orçamento feito corretamente pode ajudar na previsibilidade financeira em obras e evitar desperdícios. Afinal, sem dinheiro, é impossível levar qualquer obra adiante.

A indústria de Construção Civil é uma das mais importantes do Brasil. Do mesmo modo pelo qual ela é responsável por uma grande fatia da economia nacional, ela também enfrenta conflitos associados a gastos e perdas.

Existem necessidades como cumprimento de prazos, ganhos, diminuição de despesas e outras coisas. Contudo, os imprevistos podem ocorrer. Daí a importância da previsibilidade na Construção Civil.

Saiba mais sobre previsibilidade de receita nas obras!

Conheça o Mais Controle

O que é previsibilidade financeira em obras

Para haver previsibilidade financeira é preciso estar atento e ter um bom controle das receitas e despesas da empresa. Contudo, é difícil prever com exatidão o que pode acontecer, como por exemplo, a inadimplência dos seus clientes.

Deve-se buscar prever o que pode acontecer com as negociações, e com isso visualizar de forma mais assertiva o saldo futuro do fluxo de caixa.

Apesar da instabilidade brasileira, é possível utilizar estratégias para realizar projeções sobre a receita do negócio. Em suma, uso dessas estratégias minimiza riscos associados às perdas e potencializa as possibilidades de ganhos.

O planejamento na Construção Civil

Um planejamento adequado ajuda a prever os custos necessários, bem como o tempo para a realização de um determinado empreendimento. Logo, se torna uma atividade importante para para quem busca a previsibilidade financeira.

Estudar a viabilidade da obra

Ainda hoje, muitas empresas da construção não realizam um estudo apurado para saber quanto dinheiro elas têm no caixa. Da mesma forma, não sabem se os recursos serão suficiente para finalizar a Obra.

Contudo, é fundamental saber se o empreendimento dará um lucro que compense os gastos ou não. Sendo assim, é importante que esta atividade seja feita antes do início da obra.

Para a previsão de gastos, devem ser considerados:

  • os custos com a mão de obra;
  • os gastos com materiais e equipamentos;
  • as despesas com a o licenciamento e regularização da obra;
  • o ROI (Retorno Sobre o Investimento);
  • a taxa de remuneração da construtora;
  • o cálculo de BDI (Benefícios e Despesas Indiretas).

Orçar a obra

A partir do estudo de viabilidade do empreendimento, cabe à construtora realizar o orçamento da obra. Dessa forma será possível prever os insumos necessários, bem como e definir quais os custos mais importantes da obra.

É preciso determinar o volume de materiais e a mão de obra. Assim, vale a pena registrar a possibilidade de negociar com os fornecedores os preços e as formas de pagamento apropriadas.

O orçamento da obra permite, entre outras coisas, a previsibilidade de receita, valorizando o fluxo de caixa. Bem como ajuda a definir os prazos para pagamentos, emissão dos documentos fiscais, entrega dos materiais e assim por diante.

Elaborar o cronograma físico e financeiro

O cronograma distribui os gastos por datas e etapas. Ele permite:

  • o mapeamentos das tarefas e os gastos do início ao final;
  • a identificação dos gastos acumulados ao longo do mês;
  • a melhoria do controle do fluxo de caixa;
  • a otimização na previsibilidade geral da obra.

Orçamento de obra em 4 passos

A importância de um software de gestão

Para garantir que a previsibilidade financeira seja eficiente convém contar com os recursos que a tecnologia oferece. Sendo assim, um bom software ajuda a controlar as obras, além de promover uma administração eficaz nas finanças da empresa.

Um software avançado dispõe de muitas funcionalidades, como:

  • orçamento e cronograma de obras;
  • controle das contas a pagar e a receber;
  • apropriação de despesas por Centros de Custos;
  • controle dos custos Planejados Vs. Realizados;
  • gestão do Fluxo de Caixa e dos Resultados da Empresa e das Obras.

Conclusão da previsibilidade financeira em obras

A previsibilidade financeira exige do gestor atenção e um bom controle das receitas e despesas da empresa. Imediatamente, é fundamental saber se um determinado empreendimento dará um lucro que compense os gastos.

Vimos que o planejamento da obra relacionado à previsão das receitas, ajuda a definir os prazos e a ter previsão sobre o fluxo de caixa. Logo, é preciso de dedicar ao orçamento da obra.

Enfim, é notável que recursos de tecnologia podem garantir que a previsibilidade financeira seja eficiente.

E você, já contratou um software de gestão de boa qualidade? Aproveite para solicitar uma demonstração do software Mais Controle e conferir suas funcionalidades!

Marcel Ribeiro
Escrito por
Marcel Ribeiro
Engenheiro e cofundador do software Mais Controle.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja algumas postagens relacionadas

Saiba como o Mais Controle pode ajudar nas melhores decisões!