4 maneiras de fazer a gestão de equipamentos na construção civil

A gestão de equipamentos na construção civil é um dos principais desafios para o planejamento do setor. Não é à toa que esse tema é amplamente discutido quando o assunto é gestão na construção civil. Por isso, é importante investir em equipamentos de qualidade, realizar manutenções e promover capacitações aos profissionais.

Quando pensamos em redução de custos, produtividade e eficácia da obra, a gestão de equipamentos é um fato importante para o sucesso ou fracasso do empreendimento. O mapeamento dos processos, uso da mão de obra e manutenção são alguns dos principais aspectos a serem considerados.

Pensando nisso, como está a sua atual gestão de equipamentos? Neste artigo, vamos falar mais sobre o assunto. Aqui você vai conseguir entender se está fazendo da maneira correta e se algo pode ser otimizado. Confira!

Banner clicável para conhecer nossas funcionalidades e não se perder em tantas planilhas

Como otimizar a gestão de equipamentos na construção civil?

Falamos no início do artigo qual a relação dessa gestão com o desempenho que seu negócio apresentará. Listamos abaixo algumas dicas que devem estar pautadas pelo gestor da área. Veja o que mais você pode fazer para otimizar os processos ligados a equipamentos:

1. Investir em equipamentos de qualidade

Iniciaremos tocando em um assunto muito importante. Você já ouviu falar na famosa expressão popular “barato que sai caro”? Então, ela é utilizada em recorrência quando optamos por investir em equipamentos que apenas condizem com o planejamento orçamentário.

Para evitar que aconteça o mesmo com você, busque trabalhar com equipamentos que já são utilizados e bem recomendados pelo mercado. Estudar o que a concorrência usa, assim como boas referências, é uma ótima prática para contar com as melhores máquinas. Dessa forma é possível gerar mais resultados para o seu negócio, economizando com novas compras no futuro.

2. Fazer manutenção preventiva

Em outras palavras, a modalidade preventiva é realizada de tempos em tempos, acompanhando o desempenho dos equipamentos e mapeando possíveis falhas futuras.

Um erro muito comum quando falamos sobre a gestão de equipamentos na construção civil é ignorar a importância da manutenção. Ela é a melhor maneira de garantir que sua obra vai operar com qualidade, eficiência, sem desperdiçar insumos, materiais e profissionais.

Além disso, manutenções corretivas frequentes geralmente são altos custos, principalmente no setor de construção civil. Para isso, procure trabalhar com manutenções preventivas de forma a evitar parar a operação por máquinas estragadas.

3. Capacitar os colaboradores

Conforme a empresa cresce e compra novos equipamentos, é possível que novos profissionais não saibam operar corretamente os mesmos. Para isso é necessário promover cursos de atualização para as pessoas saberem trabalhar com as novas ferramentas.

Além de criar falhas nos processos de obra, o mau uso de equipamentos faz com que eles se desgastam e precisam de manutenção mais rápido. Lembrando que essa consequência gera um alto impacto no orçamento e atrasos de obra.

Controle de mão de obra para construção civil

4. Organizar os equipamentos

É preciso ter zelo com os equipamentos para evitar que eles sejam depreciados com mais velocidade. Para isso, determine bons profissionais para garantir que máquinas e equipamentos sejam organizados e armazenados corretamente. Além de garantir a saúde dos itens, permite que a qualidade da sua obra não seja afetada.

Conclusão

Há bons métodos para se fazer uma boa gestão de equipamentos, começando pela escolha da qualidade no momento da compra. Além disso, fazer a manutenção preventiva é importante para manter o equipamento em bom estado e apto para operar.

Vimos que a capacitação dos colaboradores é necessária para uma boa utilização e manutenção dos equipamentos. Assim como mantê-los organizados e bem armazenados irá evitar a depreciação.

Essas práticas são de extrema importância para você, gestor da área, que sabe da importância da gestão de equipamentos na construção civil. Entretanto, é aconselhável que elas devem ser feitas periodicamente, não basta apenas fazê-las como ações corretivas e nunca mais colocá-las em pauta. Para isso, invista em ferramentas que o auxiliem no acompanhamento da obra.

Ei, já que tocamos no tema de planejamento e controle da obra, aproveite para conferir nosso e-book. Ele pode ser um ótimo guia para você. Boa leitura!

Compartilhe

Marcel Ribeiro

Engenheiro e cofundador do software Mais Controle.

IMPORTANTE: Seu nome e e-mail não serão divulgados para o público.

Seja o primeiro a receber as novidades do Mais Controle