Planejamento estratégico na construção civil: por que ele é importante?

Planejamento estratégico na construção civil: por que ele é importante?

Atualizado em 1 julho, 2020
por Marcel Ribeiro

Trata-se de registrar os objetivos do negócio visando a proposta de valor da empresa, garantindo como tudo seja feito de forma ordenada. Realizar um planejamento estratégico na construção civil pode impactar diretamente na eficiência das obras.

Dessa forma pode-se verificar os custos necessários, retornos envolvidos e se as obras têm se mantido fiéis aos prazos. Além disso, um planejamento estratégico ajuda no controle das atividades que serão realizadas no empreendimento.

Hoje não passamos pelo melhor dos períodos em nosso país. Material de construção anda bem caro, concorda? Então, qualquer quantia economizada será muito bem recebida. Estabelecendo objetivos claros, sua empresa não gastará tanto e os lucros se farão visíveis. 

Contudo, o que faz um planejamento ser considerado realmente ideal? Leia o artigo completo e confira!

Faça uma análise SWOT do seu negócio

A avaliação global das forças, fraquezas, oportunidades e ameaças é denominada análise SWOT.  Ela tem esse nome devido aos termos em inglês Strengths (forças), Weaknesses (fraquezas), Opportunities (oportunidades), Threats (ameaças).

A Análise SWOT é uma ferramenta simples de análise que visa posicionar ou verificar a estratégia de uma empresa. É necessário que ela seja elaborada e preenchida corretamente, tendo em vista os insumos gerados para o direcionamento da estratégia. 

Defina suas diretrizes estratégicas

Para que o Planejamento Estratégico seja efetivo é necessário traçar metas alinhadas com as diretrizes estratégicas do seu negócio. Porém é comum que as empresas não tenham essas diretrizes definidas. Ou mesmo que tenham-nas definidas pode acontecer delas estarem desatualizadas, não fazendo mais sentido com a atual conjuntura da empresa.

Pensando nisso, é importante que os gestores definam Missão, Visão e Valores das organizações. Entenda o que é e como fazer cada uma delas:

  • Missão: pode ser definida como a razão pela qual a organização existe. Ela deve estar orientada para o exterior, pensando nas necessidades das pessoas as quais se deseja servir. 
  • Valores: basicamente, expressam como os colaboradores da empresa se relacionam entre si e com os clientes. São levados em conta fatores como os clientes são tratados, como os negócios são conduzidos. Os valores são, em resumo, crenças e princípios importantes para o que a empresa faz, para o público-alvo e para alcançar objetivos.
  • Visão: é uma “bússola” que serve como um grande objetivo de longo prazo. Ou seja, aonde a organização pretende chegar em determinado espaço de tempo.

Agora que você já sabe o que são as diretrizes estratégicas, não perca tempo e reúna sua equipe para formulá-las. É importante o destaque para que essa atividade de definição das diretrizes seja feita em grupo, envolvendo os colaboradores da empresa. Dessa forma é possível extrair o máximo de opiniões e pontos de vista sobre as relações na organização.

Feito isso, lembre-se: suas metas e ações devem ser alinhadas à essa etapa que acabamos de discutir.

Avalie as prioridades em relação à visão da empresa

É importante elencar atividades prioritárias em cada etapa do projeto como um todo. Isso envolve desde aumentar o tempo de dedicação para um assunto específico até alocar mais trabalhadores para ele. Dado isso, ressaltamos a importância da lista de prioridades para cada projeto específico.

Além disso, frisamos sobre o importante papel dos processos claros no planejamento estratégico na construção civil. Se não tiver uma estrutura sólida, o resultado como um todo pode ficar negativo em relação aos recursos envolvidos.

Certifique-se de que todas as etapas da realização dos serviços estejam bem ordenadas. Assim, você se mantém organizado e tem condições de gerir a obra inteira. Definir todos os pontos e se organizar são requisitos para a eficácia do projeto. São formas, também, de reduzir o ócio das equipes durante os processos e viabilizar os retornos previstos.

Analise a alocação de todos os recursos da obra. Tenha registrado em que será utilizado cada material adquirido. Quanto mais dados relacionados a cada processo você tiver, mais fácil fica o controle e gerenciamento dele.

Acompanhe os prazos do planejamento estratégico na construção civil

Todos os planejamentos demandam que cada processo esteja rodando bem e conforme os prazos estipulados. Desse modo, você garante folgas e mais tempo para reorganizar o cronograma, na eventualidade de algum imprevisto. Ou seja: cronogramas com prazos muito bem alinhados previnem a empresa contra problemas e possíveis atrasos. Prejuízos são evitados dessa maneira.

Defina os responsáveis, deixe claro os objetivos, bem como a hierarquia envolvida na obra e determine funções

O planejamento estratégico na construção civil envolve a aplicação e controle de lideranças da empresa. A hierarquia, quando bem praticada, influencia positivamente cada processo do projeto e facilita a fluidez da produção. Esse fator é crucial para manter as equipes alinhadas e bem resolvidas sobre suas funções. 

Trabalhar em uma descrição de cargos e mapeamento de processos pode ser útil nessa etapa.

Confira mais algumas breves dicas para realizar um bom planejamento

Como forma de recapitular alguns tópicos e acrescentar algumas recomendações, separamos mais alguns itens a serem seguidos. Veja quais são eles!

Analise sempre o quadro no qual a empresa se encontra agora

Faça uma análise, referente ao último ano, de todo resultado obtido com o serviço ou produto que você oferece. Como se comportaram os mercados e setores? O que exatamente colaborou para a renda empresarial no ano anterior? Analise onde seu negócio acertou e em quais pontos você poderia ter feito diferente. É importante que essas pesquisadas sejam baseadas em dados concretos, de forma que fique condizente com a realidade.

Tenha definidos os objetivos antes de “botar a mão na massa”

Todo planejamento estratégico na construção civil demanda objetivos bem traçados. Você busca mais negociações? Pode ser que a meta seja desenvolver a comunicação e marketing. Talvez se tratem de questões operacionais, ou da melhor precificação de produto, entre outros exemplos possíveis. Ordene suas metas conforme as prioridades!

Melhore a gestão de obras com o Mais Controle

Esteja sempre concentrado no controle das despesas

A construção civil lida com itens de altos valores, que podem ser desperdiçados facilmente. O material de construção é um bom exemplo disso. Portanto, vale dar atenção às despesas e orçamentos, gerindo-os em direção à minimização desse tipo de impacto durante uma obra.

Conclusão

Essas sugestões e dicas reforçam a necessidade de uma gestão interna alinhada e eficaz. Monitorar processos pode trazer resultados positivos até mesmo em relação à produtividade da sua equipe. Lembre-se também de estabelecer metas que estejam de acordo com os objetivos de crescimento do seu negócio. Por fim, sempre é necessário estar atento ao atual cenário da empresa e projetar cenários futuros baseando-se em dados.

Fica clara a importância do monitoramento atento de cada aspecto do projeto e do que foi traçado no planejamento. Somente assim a sua empresa poderá atingir resultados mais satisfatórios no decorrer e após os processos. O planejamento estratégico na construção civil costuma ser um dos principais responsáveis pelo sucesso das obras.

Esperamos ter tirado suas dúvidas a respeito do planejamento nas construções civis. Aproveite e confira agora como realizar um bom orçamento de obras e melhorar a lucratividade.

Marcel Ribeiro
Escrito por
Marcel Ribeiro
Engenheiro e cofundador do software Mais Controle.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja algumas postagens relacionadas

Saiba como o Mais Controle pode ajudar nas melhores decisões!