Qual a importância e como controlar o estoque na construção civil?

Qual a importância e como fazer um bom controle de estoque na construção civil?

A falta do controle de estoque na construção civil é muito recorrente e uma das principais causadoras de atrasos nas obras. Uma boa gestão de estoque é responsável por facilitar o processo de compras, melhorar o fluxo de caixa e garantir que não ocorram falta de materiais nas obras, fato este que pode acarretar na queda da produtividade e em atrasos no cronograma.

Pensando nisso, reunimos aqui algumas boas práticas para você controlar o estoque dos seus materiais e equipamentos. Confira:

Controle a entrada e saída

Toda e qualquer movimentação do seu estoque deve ser devidamente registrada, preferencialmente por uma pessoal de sua confiança e que seja considerada o ponto focal desta operação. Deve-se considerar todas as entradas e as saídas de materiais e equipamentos no estoque da empresa, bem como as transferências de materiais e equipamentos entre obras.

É importante que haja um documento a ser usado de forma rigorosa, para que seja possível manter a acurácia das informações apuradas no estoque. Ou seja, nem mesmo aquele “é rapidinho e já devolvo” deve passar despercebido. Alguns exemplos de documentos para registrar essas movimentações são:

  • documento de entrada: ordem de compra + nota fiscal;
  • documento de saída: requisição de materiais para a obra ou consumo interno;
  • documento de ou transferência: registro de transferência de materiais de uma obra para outra.

Para um material sair do estoque é importante que no documento esteja registrado o nome das pessoas responsáveis por tal movimentação, ou seja, quem entregou e quem recebeu o material. É necessário também que seja informada a obra que o material será utilizado e, se possível, em qual atividade ele será aplicado.

É importante registrar as movimentações e fazer a apropriação do consumo dos materiais à cada atividade da obra. Isso ajuda no controle do consumo dos insumos por etapa de obra, bem como na programação das compras.

Estoque mínimo

O estoque mínimo, também chamado de estoque de segurança, é a quantidade mínima que deve ser mantida do material em estoque a fim atender um eventual aumento na demanda e cobrir possíveis atrasos nas reposições por parte dos fornecedores.

Contudo, as variáveis a serem consideradas no cálculo do estoque mínimo são o Consumo Médio de Materiais (por período) e o Tempo de Reposição de Materiais (dado pelo fornecedor). Ou seja:

Estoque mínimo = (consumo médio de materiais diário) x (tempo de reposição)

Conforme o exemplo, observar um consumo médio diário de 4 unidades de materiais. Um tempo de reposição de estoque de 5 dias, por parte do fornecedor. Com o estoque inicial de 50 unidades no primeiro dia, no oitavo dia foi preciso fazer um novo pedido de reposição.

Pode-se ser utilizado o estoque mínimo para controlar os materiais mais importantes e mais utilizados na obra, e também materiais que demoram para serem entregues pelos fornecedores.

Saiba das quantidades

Para um bom controle de estoque na construção civil, deves-se considerar o levantamento periódico do inventário. Entretanto, é necessário documentar a contagem e conferência das quantidades de materiais e equipamentos em estoque. Seja no almoxarifado da obra ou no ambiente de produção.

O uso em conjunto dos documentos de entrada e saída é capaz de detectar os extravios. O inventário é usado para a contagem completa de todos os materiais e equipamentos que fazem parte do seu estoque.

Para o controle diário, você pode adotar o uso do inventário rotativo, ou cíclico, que tem como objetivo a contagem de alguns itens diariamente. A intenção é que a contagem seja programada de modo que cada item seja contado segundo uma programação predeterminada.

Garanta a segurança do estoque

Outro fator importante para o controle de estoque na construção civil é a segurança. Infelizmente, é comum que ocorram extravios de equipamentos e materiais, dos mais simples aos que possuem maior valor de mercado.

Com isso, é muito importante adotar medidas para restringir qualquer tipo de contato com o estoque. Apenas os profissionais de confiança que têm como função o controle de materiais devem ter acesso ao local de armazenamento. Além disso, é válida a colocação de câmeras de segurança para registrar qualquer movimentação suspeita.

Gerencie a organização e armazenagem

Para ter controle do estoque, é preciso ter organização. É difícil gerenciar um estoque onde os materiais ficam espalhados. Sendo assim, quando for realizada a entrega, garanta que os equipamentos e materiais estejam organizados dentro do estoque, em sessões. Além de ajudar no controle, este procedimento irá aumentar a produtividade da operação.

A armazenagem também é uma etapa que requer atenção, pois existem materiais que não podem ser colocados em locais úmidos, já outros não suportam coisas pesadas por cima. Essa armazenagem adequada e organizada evita maiores gastos com a quebra ou desperdício de materiais.

Conclusão

Citamos aqui algumas dicas para você controlar o estoque dos seus materiais e equipamentos. Na construção civil, este controle está diretamente ligado ao orçamento e ao controle de custos de uma empresa. Quanto melhor for a organização e o controle desta atividade, menores serão os gastos com desperdícios e extravios.

Viu como dar mais atenção ao estoque faz diferença no seu bolso? Agora, nos conte qual a sua maior dificuldade em controlar os materiais e equipamentos nas obras!


Marcel Ribeiro
Marcel Ribeiro
Engenheiro apaixonado por Construção Civil.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *