Processos trabalhistas na construção civil: saiba como evitá-los

Processos trabalhistas na construção civil: saiba como evitá-los

Atualizado em 29 setembro, 2020
por Marcel Ribeiro

Criar uma política interna voltada para o conhecimento das normas trabalhistas reduz o número de processos com esse motivo. Além disso é uma forma de garantir projetos mais eficientes e satisfatórios ao cliente final.

Entre os vários  impactos que a má gestão pode causar, podemos destacar os processos trabalhistas na construção civil. A falha na gestão de pessoas em obras pode gerar insatisfação pessoal, riscos à segurança e clima organizacional ruim.

Ainda mais, por se tratar de locais de trabalho com consideráveis riscos, uma ação trabalhista acarreta prejuízos para a empresa. Sendo assim, para evitar esses possíveis processos, alguns cuidados são fundamentais. Ao longo do artigo, abordaremos os principais deles. Confira!

Quais são os principais processos trabalhistas na construção civil?

São inúmeros os tipos de processos trabalhistas que são acionados contra empreiteiras e, infelizmente, isso é comum no Brasil. O setor lidera um ranking com o número de ações desse tipo, em comparação com outras áreas de atuação no país. Esse cenário reflete não apenas em como a legislação favorece e garante os direitos dos profissionais. Ele reflete também a falta de conhecimento e de certos cuidados por parte das construtoras.

Para entender melhor os tipos de processos trabalhistas na construção civil, a seguir, destacamos alguns dos mais comuns. Confira!

Como evitar processos trabalhistas na construção civil?

Uma boa estratégia de gestão é a criação de uma política interna, destacando regras e normas de boas práticas. Além de  conhecer a legislação e incorporar os seus princípios na operação da empresa, deve-se cumpri-la. Assim, é bom contar com uma equipe, interna ou terceirizada, que se responsabilize pela área judicial da empresa

Em suma, implementar fiscalizações periódicas é fundamental para o monitoramento das atividades, assim como o cumprimento das normas e regras. A elaboração de um plano de gestão de pessoas também pode contribuir para um controle mais amplo das atividades. Proporcionando assim, melhorias na comunicação e desenvolvimento de um clima organizacional mais adequado.

Melhore a gestão de obras com o Mais Controle

Qual a importância de implantar essas medidas?

O principal objetivo dessas medidas é reduzir os riscos de processos trabalhistas na construção civil. Igualmente, elas podem também melhorar a satisfação e o desempenho de suas equipes.

É interessante entender que o cumprimento da legislação e do desenvolvimento de um clima organizacional é mais que uma obrigação. É também uma questão estratégica, que acarretará redução de custos, melhor gestão de pessoas e aumento da produtividade dos funcionários.

Por isso, além do conhecimento legal, o cumprimento das leis é essencial para uma entrega mais rápida, eficiente e sem custos surpresas.

Conclusão

Em resumo, os processos trabalhistas na construção civil infelizmente são uma realidade no setor. Sendo assim, cabe às empreiteiras e construtoras estarem atentas à legislação. Além disso, é necessário investir em uma gestão mais eficiente e propícia para se evitar problemas do tipo e melhorar resultados.

Ter mais organização e controle das atividades da empresa pode contribuir para uma boa gestão empresarial. Para isso, há sistemas de gestão de obras que podem ajudar a empresa a ter mais sucesso em suas obras.

Gostou? Conhece algum caso específico ou quer saber mais sobre processos trabalhistas na construção civil? Então, use o espaço abaixo e deixe seu comentário para a nossa equipe!

Marcel Ribeiro
Escrito por
Marcel Ribeiro
Engenheiro e cofundador do software Mais Controle.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja algumas postagens relacionadas

Saiba como o Mais Controle pode ajudar nas melhores decisões!