Afinal, como a Internet das Coisas pode ser aplicada na construção civil?

Afinal, como a Internet das Coisas pode ser aplicada na construção civil?

por Marcel Ribeiro

Monitorar obras, visualizar projetos com realidade virtual, prever erros futuros e automatizar tarefas são apenas algumas das vantagens que a Internet das Coisas traz para o setor da construção civil. Além disso, essa tecnologia vem impactando cada vez mais no dia-a-dia das pessoas e empresas.

A Internet das Coisas (IoT) na construção civil veio para ficar. A partir dela, é possível que os objetos físicos se conectem e dialoguem entre si e com usuários, através de softwares que transmitem informações pela internet. As novidades digitais já não são mais restritas a computadores e celulares.

Objetos do dia-a-dia estão recebendo mais upgrades, a fim de facilitarem a rotina pessoal e do trabalho, sendo adotada por diferentes áreas e negócios. Segundo previsão da Juniper Research, por meio de pesquisa divulgada em 2018, estima-se que até 2022 teremos cerca de 50 bilhões de dispositivos IoT pelo mundo.

O que a IoT oferece para a construção civil?

O uso da Internet das Coisas na construção civil tem possibilidade de ser bastante amplo. Pode ser através de drones que monitoram o andamento de uma obra, ou até a utilização de Realidade Virtual para prospectar o futuro da obra e até mesmo prever problemas que possam surgir.

Nisso entra, também, a projeção de casas e apartamentos, completamente integrados, com as ações neste ambiente controladas através de IoT. Vai desde climatizar o ambiente, até mesmo abrir e fechar portas e janelas, ou ligar aparelhos eletrônicos à distância.

Para acompanhar o faturamento é necessário investimento?

O Banco Nacional do Desenvolvimento Social (BNDES) apontou através de pesquisa realizada pela consultoria McKinsey que o Brasil pode movimentar até 200 bilhões de dólares até 2025, através da Internet das Coisas. Isso representa uma fatia de 10% do PIB nacional. Ainda não existem dados do quanto isso representa para a Construção Civil, mas é possível observar que o setor tem muito a ganhar. Isso pois muitos apontamentos da pesquisa são importantes direta ou indiretamente para o setor.

A Internet das Coisas traz eficiência e rentabilidade para áreas como gestão, transporte, segurança e energia. Porém, como qualquer nova tecnologia, exige adaptações de infraestrutura e qualificação de mão de obra para lidar com a Internet das Coisas.

banner de material gratuito

Como a Internet das Coisas pode ser aplicada na prática na construção civil?

Exemplo prático: monitoramento de maquinários. Uma das coisas que prejudicam o andamento de projetos são as máquinas que ficam paradas. Através do IoT, isso pode ser otimizado através do monitoramento desses aparelhos, com sensores. De forma que identificam quando ele pode ser ligado ou desligado, avisando até mesmo quando são necessários reparos.

Outra coisa que a internet das coisas possibilita na construção civil é o controle do canteiro de obras à distância. Podendo estar dentro de um escritório, gerenciando tudo através de computadores e smartphones. Tudo isso pode evitar acidentes e desperdícios, entregando resultados ainda melhores, otimizando a produção e aumentando o faturamento.

Conclusão

Para realizar a implementação da Internet das Coisas na construção civil é preciso fazer uma transição, adaptando a infraestrutura dos aparelhos que vão ser integrados, e capacitando quem vai trabalhar com esses processos. Isso exige investimento e também paciência. Porém os resultados que podem ser alcançados com o uso dessa tecnologia são animadores. O que não há dúvidas é que a Internet das Coisas já faz parte da nossa realidade e fará ainda mais no futuro.

Gostou do nosso artigo? Assine a nossa newsletter para receber outros textos que também vão te interessar.

Marcel Ribeiro
Escrito por
Marcel Ribeiro
Engenheiro e cofundador do software Mais Controle.

2 respostas para “Afinal, como a Internet das Coisas pode ser aplicada na construção civil?”

  1. Вера disse:

    Essa pesquisa sobre IoT revelou que o Brasil pode movimentar ate 200 bilhoes de dolares, por causa da internet das coisas, ate 2025. Isso representa nada menos que 10% do PIB nacional. Apesar de nao haver numeros especificos para a Construcao Civil, da para perceber que o setor tem muito a ganhar. Afinal, os focos apontados pela pesquisa para essa geracao de riqueza sao pontos-chave na Construcao Civil.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja algumas postagens relacionadas

Saiba como o Mais Controle pode ajudar nas melhores decisões!